Douglas Galante


Perfil    Família   Contato    Home

 

Nascido em 28/04/1982, na cidade de São Paulo, filhos de Edna Camargo Galante e Paulo Galante, irmão de Paula Galante.

Eu sou uma pessoa "relativamente" normal. Digo relativamente porque simplesmente tentar ser normal, ou melhor dizendo, fazer parte do estereótipo popular de pessoa comum, me impediria de fazer muitas das coisas que gosto.

Você imaginaria alguém normal que passa uma semana sem tomar banho, passando frio e mesmo assim se divertindo a valer? Pois bem, eis porque é chato ser normal!

Acredito firmemente que todos podem e devem buscar seus sonhos, mesmo que não tenham condições financeiras ou físicas para tal, mas é preciso uma imensa força de vontade e determinação, pois muitos o chamarão de louco pelo caminho, quando não tentarem impedi-lo.

Seja forte e aproveite o fato de o acharem meio louco para realizar seu sonho!

 

No alto do Osorno, com o Tronador ao fundo

 

Meus pais tiveram grande influência em minhas idéias e ideais. Eles sempre me incentivaram a fazer o que quisesse, nunca me forçaram a nada. Desde cedo fui ensinado a respeitar a Natureza e todos os seres vivos (cresci rodeado de animais, aliás, até hoje, temos 5 cães e 2 gatos... Ops, 3 gatos!).

Meu pai sempre teve o espírito de um viajante. Sempre que tirava férias, pegávamos o carro e íamos para qualquer lugar, fosse até algum parque fazermos piquenique ou acampar no Chile. Enquanto isso, minha mãe, forte como toda grande mulher, me ensinou a humildade e o amor, sempre dando todo o suporte para a família, mesmo nos momento mais difíceis.

Já que estamos falando da família, não podemos nos esquecer da minha irmã, a Paula. Estudante de Turismo, trabalhadora e defensora incansável dos animais. Tem me acompanhado em muitas de minhas loucuras e em suas próprias.  Já trancou a faculdade e foi para o Canadá por mais de 6 meses, para trabalhar e estudar. Simplesmente é incapaz de se acomodar, está sempre buscando algo novo.

Ela sempre foi a minha "querida" irmazona, brigávamos todo dia (e ainda brigamos!), mas eu a adoro!

 

Família Galante em uma de suas viagens

 

Para saber o que faço profissionalmente da vida, dê uma olhada na seção Acadêmico.